Gestão Financeira Básica para Estética

Todas as empresas e empreendedores do ramo da estética que desejam ter um maior controle financeiro, sabem bem o quanto se torna imprescindível gastar menos do o que se recebe.

No ramo da estética essa necessidade não é diferente, e para conseguir lograr êxito, é necessário ter uma excelente gestão!

Por esse motivo, as donas de estéticas, salões ou clínicas de beleza precisam estar bem atentas a alguns passos fundamentais para o equilíbrio financeiro e contábil da empresa.

As principais dúvidas que englobam o assunto têm a ver com:

  • Como realizar uma gestão financeira básica, mas eficiente?
  • Como ter dicas para começar a economizar?
  • Como prever momentos de baixo lucro e se preparar para isso?

Os especialistas da área financeira sempre enfatizam 3 regras importantes para ter uma empresa saudável, são elas:

  • Saber se planejar.
  • Fugir do ciclo vicioso das dívidas.
  • E, desenvolver o hábito de saber poupar.

Então; como realizar uma gestão financeira básica, mas eficiente?

Antes de tudo, é preciso entender o seguinte: por mais que esse setor seja sempre cheio de novidades e lançamentos, não dá para comprar tudo sempre que sai algo novo.

Isso quer dizer, que o salão ou a clínica de beleza, por mais que tenha foco na qualidade e nas inovações, precisa saber controlar os investimentos, pois do contrário deixará de ter lucro. Isso não quer dizer que você deve deixar de investir, mas apenas manter um ponto de equilíbrio correto.

Para tal é preciso agir com:

– Um plano tático anual (orçamento):

Este deverá conter todas as projeções de despesas, receitas e o balanço patrimonial da empresa. Dentro desse mesmo plano é preciso haver a definição de objetivos financeiros, exemplo: aumentar o faturamento em 30%.

Conter um plano de metas de curto, médio e longo prazo, bem como estratégias para melhores ações de mercado e de preço, visto que mais do que nunca, ser selecionado pelo público é fato importante que envolve a fidelização de clientes e que lhe destacará como melhor e mais bem qualificado do que outro concorrente.

– Controle mensal

Num segundo passo, dando continuidade ao plano tático anual, chega a vez do acompanhamento do controle mensal. Porque será através dele que o gestor do salão de beleza ou centro de estética poderá avaliar se conseguiu acompanhar as metas estabelecidas, ou se de alguma forma, houve uma mudança nesse sentido, seja para mais ou para menos.

Como ter dicas para começar a economizar?

Para economizar o gestor ou gestora deverá pensar da seguinte forma: o salão precisa ou não?

Além disso, vendo as altas taxas de energia, consumo de água mais controlado e contratação ou demissão de funcionários. Todos esses exigem um alto giro de capital, então, vale a pena ver soluções mais vantajosas, seja na instalação de energia solar – que apesar de carecer de um investimento maior, traz grandes resultados, ou ainda na questão de diminuir a rotatividade de funcionários.

Como prever momentos de baixo lucro e se preparar para isso?

Por fim, analise as épocas em que há mais demanda e menor demanda nos seus procedimentos estéticos, assim é possível se programar melhor com as contas.

  • Crie estratégias para inserir pacotes promocionais.
  • Análise como potencializar o mix de produtos.

E assim conseguirá ter muito mais ganhos com sua empresa de estética.

Ficou alguma dúvida, precisa de alguma ajuda?